Você sabe o que é SQF – Síndrome da Quilomicronemia Familiar?

ALIMENTOS PARA SEREM INCLUÍDOS NA SUA DIETA

Para o seguimento de uma dieta nutricionalmente adequada, é importante o auxílio e acompanhamento de um nutricionista para a adaptação dos hábitos alimentares. Assim, serão elaborados cardápios variados e muito saborosos, com alimentos de baixa concentração de gordura e muito nutritivos. Veja os alimentos que devem fazer parte de uma alimentação adequada para toda a população:

FRUTAS

Todas as frutas podem ser consumidas em quantidades indicadas pelo seu nutricionista. Lembre-se de excluir aquelas ricas em gorduras, como coco, abacate e as oleaginosas (nozes, castanhas etc.)1

FOLHAS VERDES E LEGUMES COLORIDOS

Folhas e legumes são importantes fontes de vitaminas, minerais e fibras e recomenda-se o consumo de duas porções diárias.2

FEIJÃO, ERVILHA E LENTILHA

As leguminosas, como feijão, ervilha e lentilha, são importantes para a saúde. Além de possuírem pouca gordura e muita fibra, esses itens são principalmente ricos em vitaminas e minerais.3

PEIXES BRANCOS NÃO OLEOSOS

Cação, pescada, linguado, bacalhau e atum em conserva na água são ricos em proteínas, iodo, vitaminas e minerais.4

PEITO DA MAIORIA DAS AVES DE CARNE BRANCA

Aves como galinha, peru e pato podem ser consumidas, mas devem estar sem pele e sem gordura.1

MARISCOS, CAMARÃO, LULA E LAGOSTA

São alimentos com baixo teor de gorduras e auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico, além de auxiliarem na formação de músculos.5

OVOS

O ovo é fonte de proteína de alto valor biológico, e cada unidade possui cerca de 5 g de gorduras.6

ERVAS E ESPECIARIAS

Ervas e especiarias não apresentam gordura e realçam o sabor das preparações, além de ajudarem a reduzir a quantidade de sal na comida. Algumas ervas importantes: tomilho, orégano, alecrim, cominho.7

REEDUCAÇÃO ALIMENTAR

Mudar os hábitos alimentares pode parecer um grande desafio no início, por isso é importante que o paciente seja acompanhado de um nutricionista.8

Para tornar o processo mais fácil, algumas rotinas podem ser incorporadas:

  • Fazer uma lista das coisas que mais gosta de comer e procurar padrões para entender como funcionam seus gostos e preferências. Essas informações podem ajudar o nutricionista na hora de adaptar o cardápio da dieta.1

  • Aprender a ler rótulos de embalagens. Desta forma, fica mais fácil entender o que comprar no supermercado.9

  • Programar as refeições da semana com antecedência.10

  • Montar lanches e snacks saudáveis para quando quiser beliscar alguma coisa fora de casa.1

  • Procurar o cardápio de restaurantes online antes de visitá-los. Assim o paciente já saberá as opções e poderá pesquisar as informações nutricionais com antecedência.10

REFERÊNCIAS​

1 Focus on what you can eat. Disponível em: https://cdn.fcsfocus.com/. Acesso em 29 de abril de 2020

2 Pontieri FM, Castro LPQ, Resende VA, et al. Relação entre o estado nutricional e o consumo de frutas, verduras e legumes de pacientes atendidos em uma clínica escola de nutrição. Ensaios e Ciência, Ciência Biológicas Agrárias e da Saúde. 2011;15(4).

3 Motta C, Bento C, Nascimento AC, et al. A importância das leguminosas na alimentação, nutrição e promoção da saúde. Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. 2016;2(8):4-7.

4 Aakre I, Næss S, Kjellevold M, et al. New data on nutrient composition in large selection of commercially available seafood products and its impact on micronutrient intake. Food Nutr Res. 2019; 63: 10.29219/fnr.v63.3573.

5 Universidade Potiguar. Imunidade, ansiedade e nutrição. Disponível em: https://irp-cdn.multiscreensite.com. Acesso em: 04 de junho de 2020.

6Augason Farms. Dried Whole Egg Powder. 2017. Disponível em: https://a.sellpoint.net/a/LoRPKw2G.pdf. Acesso em: 04 de junho de 2020.

7 Adding Flavor Without Adding Fat. Disponível em: https://fcsfocus.com/ Acesso em: 29 de abril de 2020.

8 Brahm AJ, Hegele RA. Chylomicronaemia—current diagnosis and future therapies. Nat. Rev. Endocrinol. 2015; 11:352-362.

9 Rotulagem Nutricional Obrigatória. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/ Acesso em: 04 de maio de 2020.

10 Louzada MLC, Canella DS, Jaime PC, et al. Alimentação e saúde: a fundamentação científica do guia alimentar para a população brasileira. 2019. Disponível em: http://colecoes.sibi.usp.br.